Fonte: Google images

Tenho constantemente me feito essa pergunta. Desde que resolvi apostar na minha carreira como freelancer sempre tive que correr muito mais atrás de novos empregos instantâneos e projetos para participar e ser remunerada por isso.

Muitos foram os textos que redigi e fanpages que gerenciei, mas era sempre tudo envolto na incerteza de não ter essa grana no mês seguinte. E então dia desses vi um post que questionava justamente o que seríamos se o dinheiro não existisse. E parei pra pensar sobre isso.


Eu não sei bem o que faria se não fosse preciso ter dinheiro, mas eu certamente sei que em um trabalho fixo eu nem pensaria nisso. O que é uma pena, de certo modo. Uma pena porque, trabalhando fixamente, a gente sempre tem a ideia de que aquele emprego nunca vai acabar e que, por isso, não precisamos ter um plano B, pra cobrir emergências.

Na metade do ano passado o estágio que eu fazia em uma agência de comunicação da minha faculdade acabou. Mas acabou 4 meses antes do tempo que eu tinha pra fechar os 2 anos de estágio e sair. Encerraram o estágio de todo mundo que estava lá, mesmo que a pessoa tivesse entrado no trabalho na semana anterior, basicamente. A gente não tava exatamente preparado pra isso e poucos foram os que já tinham o seu plano B assim que 2015 começou e, por isso, estavam mais ok com a situação. "Mais ok" porque não foi algo ok pra todo mundo. Ninguém fica ok com uma demissão ou um contrato encerrado antes da hora.

Eu, por muita sorte, tive meu plano B. Meio às pressas, mas tive: Comecei a freelar, de vez, para a agência da minha supervisora, do estágio antigo. Parecia tudo ok, e o salário do novo estágio já era melhor que o do antigo. Mas também acabou bem antes do esperado. Por conta da tal crise econômica que estava em seu início, o meu novo estágio que podia durar outros 2 anos se encerrou pouco mais de 2 meses depois que eu havia iniciado.

Agora sim: Sem plano B. É impossível acreditar que o dinheiro sempre faz isso com a gente. Dá a tranquilidade e, abruptamente, nos tira o sono, nos tira a paz e, até mesmo, nos tira as respostas que deveríamos ter para a pergunta "o que que eu vou fazer agora?".

Graças à sites de freelas online, eu freelei para outras empresas e assim fui até o meu segundo estágio (aquele encerrado pouco depois de 2 meses) voltar a ser meu. Mas desde então não parei de procurar por novos empregos que tivessem a ver com aquilo que espero de um trabalho. Novos freelas online onde eu pudesse exercer o meu sonho de home office. Novas empresas que se preocupassem mais com o resultado pedido do que de onde eu produzo o conteúdo enviado.

Eu simplesmente não parei. E não é exagero dizer que vasculho sites de oportunidades freelancer todos os dias, bem mais de uma vez.

O que eu estaria fazendo se não precisasse do dinheiro? Eu não sei. Não sei, porque tudo na vida nos pede uma quantia em dinheiro para que estejamos à salvo, ou alimentados, ou aquecidos, ou (ironicamente) felizes. Muitas coisas costumamos dizer que não têm preço, mas como chegamos até tal coisa, infelizmente sim. A menos que você viva numa praia e se alimente das coisas que a natureza dá. Like a Lagoa Azul.

"Arrume um trabalho fixo", "prefira a certeza do pouco do que a incerteza do muito", "é mais seguro ser empregado do que patrão" e "você vai gastar o seu dinheiro com uma viagem e um show (ou qualquer coisa que seja do seu agrado)?" são frases que certamente você já ouviu ou até disse para alguém. Tudo porque não sabemos nem como começar a pensar em nós mesmos sem ter que contar com o apoio do dinheiro pra isso.

Esse não é de fato um texto em que tu chega ao seu final sabendo bem tudo o que eu quis dizer ou, menos ainda, a qual conclusão cheguei. É só sobre como o dinheiro rege a nossa vida, querendo ou não. Infelizmente.

Eu não estou dizendo que é fácil ser pago por aquilo que tu faz por que gosta, porque não é. Eu produzo conteúdo pra internet, mas ainda estou bem longe de conseguir me sentir estável e segura com isso. Mas é uma luta diária.

Pra onde foi que o dinheiro já te levou e quantos sonhos tu já conseguiu realizar com isso? E ainda me atrevo a mudar a pergunta inicial desse post: O que de fato tu estaria fazendo, se alguém te pagasse por isso?

2 Comentários

  1. Eu tenho refletido bastante sobre isso também e eu até tenho várias ideias de como ganhar dinheiro,mas todas elas me afastam do meu sonho incerto. O resultado é que eu sempre fico me perguntando se vale a pena trabalhar de qualquer coisa para ter dinheiro ou esperar até eu conseguir meu sonho e começar a ganhar dinheiro com ele. Mas isso é mesmo complicado!
    X J X C X

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Complicadíssimo, Jeice. Complicadíssimo!

      Excluir

Que tal deixar um comentário bem maneiro aí?