Fonte: Arquivo pessoal

Não, meus amigos, isso não é uma miragem: Vocês de fato estão vendo o retorno do projeto Run to the blog bem aqui, diante de seus olhos, nesse belíssimo BEDDA. Obviamente tenho que explicar algumas coisas pra vocês desde que publiquei esse tchauzinho aqui e disse, nas entrelinhas, que daria fim ao projeto.


Então vamo nessa. | Fonte

Beleza, mas o que é que aconteceu? Bom, num belo dia eu resolvi que queria voltar a blogar e foi exatamente isso aí que eu fiz. Revivendo o blog lembrei do RTTB e de como eu me motivei a criar ele na época dos seus primeiros posts. A ideia era ter umas 10 publicações sobre o tema (que caso tu ainda não saiba o que é, tá aqui ó) e no fim das contas eu só publiquei 3.

Foi bem decepcionante pra mim tudo isso, mas eu tava naquela (recorrente) vibe de desanimar da blogosfera e de não ver mais sentido em nada que eu postava. No entanto, aqui estou e esse é o 4º post da saga e eu espero que te ajude ou, ao menos, te faça passar o tempinho.

Agora sim, vamo pro post:

Eu não sei há quanto tempo tu me conhece, mas eu tô aqui desde 2011. De lá pra cá já pensei em mil projetos e séries pra trazer aqui pro blog e uma delas foi o longínquo e querido Rock de Segunda. O Rock de Segunda eu nem tenho como linkar aqui pra vocês conferirem, já que os posts dele não estão mais disponíveis no blog, mas eu basicamente trazia toda segunda (obviamente) um post sobre alguma banda, música ou até loja com a temática rock'n roll.

Era massa, mas teve a sua época e ela passou. Eu meio que me sentia apavoradíssima toda vez que chegava uma segunda e eu não tinha mais ideia de post pra "preencher" ali - e foi assim que a série Rock de Segunda chegou ao fim.

Beleza Carina, E DAÍ? Daí que assim, meu filho, não tem nenhum problema em encerrar uma série de posts que parecia extremamente promissora na tua página, mas a questão é não fazer de uma forma que pareça simplesmente desleixo da tua parte. Eu sinceramente parei com o Rock de Segunda de um jeito meio seco e ficou por isso mesmo os posts. Anos atrás eu sei que uma galera gostava de ler e toda segunda vinha aqui. Hoje eu penso em como podia ter aproveitado muito mais essa dedicação, mas foi algo que saturou pra mim.

Cansar de um tema que tu aborda mostra que tu está passando por mudanças e que tem outras ideias também. Nem que seja a ideia de para de blogar por uns tempos. E tá errado isso? Mas é óbvio que NÃO. Que graça que teria tu seguir num caminho que não te faz mais bem ou não significa mais aquilo que significava uma vez?

Fonte

Pode até ser difícil no começo, tu pode muito bem pensar "bah, mas fulaninho curtia isso aí, como que eu vou parar de falar sobre essa parada?" - mas a questão é o que de fato está ou não fluindo pra ti. Eu não vim aqui com mil dicas pra te fortalecer e insistir que "nossa, não, mas o que é isso, cê deve continuar", pelo contrário.

Esse post aqui é pra tranquilizar e dizer que, meu amigo, isso na blogosfera é extremamente normal e se é a primeira vez que tu tá sentindo isso, fica tranquilo pq certamente não é a última.

O máximo (e mais legal) que pode acontecer no meio disso, é tu retomar o teu ânimo e decidir reviver esses posts e séries  que antes te pareciam sem razão.

As coisas se ajeitam. De um jeito ou de outro. ^^

3 Comentários

  1. HAUAHAUAH! Parece que estou no lugar certo!
    Eu estava desanimando com meu projeto PPx.
    Já tô achando tudo bosta de novo...
    Ai Jesus, me ajuda! Hauha!

    Tem razão em tudo que disse, guria! <3

    ResponderExcluir
  2. Acertei no timing então! Hashuashuashau

    Menina, o PPx é um baita projeto! De repente é o caso de fazer a famosa pausa pra se inspirar mais adiante, né? Boa sorte no caminho e obrigada! ^^

    ResponderExcluir

Que tal deixar um comentário bem maneiro aí?